Beesha Pheena


São Paulo não quer e não precisa

Eu amo São Paulo. Uma cidade moderna, em que você pode ser quem quiser. Opções de tudo 24 horas, festas boas, gente bonita. Mas a night tem coisas bem feias por aqui também:

Fights - É deprê quando casa noturna reune apenas gente baixa e brega. Trata-se de um local na vilolímpia (nemsei o nome do estabelecimento, pra ver que coisa fina). Toda sexta e todo sábado, na madruga, os frequentadores brigam. Uma baixaria, gritaria nas ruas próximas ao local, um horror. A polícia? Quando aparece, é depois que a treta acabou. É fácil identificar gritos como “Vou tirar sua filha, sua vagabunda” ou “Me solta, caralho”. Só gente elegante. E como se vê, a tal casa noturna é um verdadeiro risca-faca. Depois das 3 da manhã é só briga na rua mesmo. A prefeitura deveria lacrar esse estabelecimento. São Paulo não precisa disso.

O ônibus medonho - Sim, da tal Happy News. Já viram? É o inferno na terra. Piriguetis, pancadão, luzes, um circo de cafonice. São Paulo não precisa disso, either.

Buzinaço – não basta ter carro tunado, com som alto (preferencialmente música ruim), precisa buzinar. Cantar pneu, mostrar que tem dinheiro pra ter carro, colocar gasolina e sair na rua. Fazer barulho, mostrar a potência (é carência?). Bleh. Sem comentários.

E onde colocar essa creiçada pra se divertir? Não sei. Mas na minha cidade, isso incomoda. Aliás, em qualquer lugar. Você pode curtir o som que quiser, o estilo que quiser. E se tiver que dar bafo, que seja DENTRO da buátchi. Elegância e educação caem bem, sempre. E é disso que São Paulo precisa. Seja na vida noturna, no trânsito ou locais públicos.

Vote BeeshaPheena! ahhahaha



Escrito por MM às 16h40
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Drops

Na correria, mas vamos gongar?
Sempre!

Gongadíssima: playboy de julho. Mulher melancia tentando fazer a mesma foto da Marilyn? Lixo. Sério, deu vergonha. Uma ofensa ao bom gosto e à memória do maior ícone feminino do cinema. Por que não fotografaram num fim de feira, pagode na laje ou algo assim, mais adequado? Pin up? OI? Tão forçado, que deu nojo.

Vai para o trono: Arctic Monkeys. O que dizer de Humbug? É mais lento que os anteriores, sim. Mas é bem produzido (valeu, Josh), pesado de certa forma e com uma pegada stoner. É... os meninos estão crescendo. E eu adorei!

Alguém avisa?: enquanto isso, tem gente no roque nacional copiando os Strokes (AINDA). Aquele delayzinho básico, de no mínimo 5 anos. Você não vai ser mais cool por isso, sorry.

Joga limão: festa de peão de Barretos. Gera emprego? Gera. Movimenta dinheiro? Sim. E daí? Às custas de crueldade com animais, disfarçada de cultura popular? MY ASS. Odeio rodeio.

No player: V.V. Brown. Com influência direta dos anos 50 e girls groups, V. V. Brown fez um bom disco de estreia. Sim, a moça de 25 anos canta bem e gera comparações com outras cantoras inglesas (Amy, pelo estilo e make up; Lily, pelo pop; e outras, pelo resgate do soul). Travelling like the light é quase que obrigatório este ano. Se liga no clipe de Leave!:

http://www.youtube.com/watch?v=yWZGj7PVnG4&feature=fvst

No player 2: Celebration, o novo single da Madonna. Voltou pra pista, né? A namoradinha de Jesus tá sijogano no house de novo. Ainda bem!

Desculpa, gente bonita, pela falta de imagens e de postagens. Em breve, este amado blog voltará às atividades normais.



Escrito por MM às 14h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




RIP MJ

Eu sei que já gonguei ele. Mas como a morte redime as pessoas (haha), preciso fazer justiça. Esquisitices, boatos e processos sinistros à parte, Jacko deu uma contribuição imensa pra música pop. Algo, assim, sem preço.

Thriller é o melhor álbum de música pop EVER. E Michael foi o primeiro artista negro a ganhar popularidade e fama internacional, a virar pop star absoluto. Dá saudade dele nos anos 80, né? As dancinhas, a luva de paetês, os gritinhos, marcas inconfundíveis. E tem quem copie até hoje (certo, Justin?).

Verdade que ele já tinha definhado - musicalmente, inclusive - e não era mais o mesmo (uma coisinha branca, magra e sem nariz, como eu mesma já descrevi aqui).

Mas ontem fiquei mal.
Principalmente por nao ter ido no show em 1993.

Meu top 5:

Rock with you
Beat it
Thriller
Smooth Criminal
Billie Jean



Escrito por MM às 15h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Sem final feliz

Ela apareceu lá em casa muito magra, suja, largada mesmo.
Demos a melhor vida que ela poderia ter: carinho, conforto, irmãos, comida boa, petiscos, passeios, roupinhas.
Os anos passaram e sempre pudemos contar com sua alegria e amizade.
Mas não conseguimos curá-la.
E hoje ela partiu pro céu dos cachorros.
Sophia, vou te amar pra sempre.



Escrito por MM às 14h39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  Adote um gatinho
  Shoe me
  Papo de Bee
  Calo na orelha
  SP:00
  Perez Hilton
  Fashion Prime
  Te dou um dado?
  Welcome to the jungle
  The Trollsen twins (Peta)
  O Imperativo Categórico
  Divagando Amenidades
  Blog da Soninha
  Danilo Gentili
  Rock em geral
  Cersibon
  With Lasers
  Filosofia ilustrada
  Gatoca
  Sou pára-raio de doido
  Blog de brinquedo
  Outsight
  Cakeshop